Caulus Ponte Negra


20/05/2009


  

Um dia, num hiato entre um “baseado” e outro, eu me perguntei, em silêncio, o que eu queria da vida. A resposta foi a minha libertação

 

 

Droga

 

Um pouco é paixão

Um pouco é loucura

Um pouco é um pouco

Desta doce amargura

Síntese de emoção

E desejo infinito

 

Um pouco é um pouco

Deste amor pecado

Deste silêncio

Feito grito

 

Um pouco é um pouco

Deste cheiro inodoro

Deste branco sem cor

Deste lixo

 

Um pouco é um pouco

De tudo isto

Maldito vício

 

-         Pior de tudo

É que

 Muitas vezes

 Não tem volta!

Caulus Ponte Negra

 

                                                                    

Escrito por caulus ponte negra às 00h25
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]



Perfil

Meu perfil
BRASIL, Centro-Oeste, ALTA FLORESTA, Homem

Histórico